Diálogos ao Pé do Ouvido

||
     
       Nos dias 13 e 14 de novembro de 2014, aconteceu nas cidades de Manaus, Iranduba e Novo Airão no Amazonas, o Projeto Diálogos ao Pé do Ouvido - Edição Centenário de morte de Augusto dos Anjos (1914-2014).
     O projeto teve como objetivo desenvolver a troca de experiências de maneira transdisciplinar unindo literatura, arte, folclore, cultura popular, patrimônio e cidadania em encontros e oficinas, debatendo o fazer cultural e a profissão de artista como meio de vida, no sentido de inclusive fortalecer o que se produz no Amazonas com nossas lendas entrelaçadas a experiências de outros artistas.
      Para a realização do Projeto, foram convidados escritores de todo Brasil, como: Marco Haurélio, Francine Cruz, Vanessa Labarrere, Aguinaldo Tadeu, Custódia Wolney, Gelson Leite, Alex Bonifácio, Rafael Alvarenga e Antonio Pinto Ferraz, para fazermos um intercâmbio cultural por meio das lendas e folclore amazonense. Tudo isso para homenagear o poeta Augusto dos Anjos no centenário de sua morte.
     Das 3 cidades que receberam o projeto, 2 (Iranduba e Novo Airão) possuem indicadores sócio-econômicos muito baixos, sendo cidades nas quais a maioria dos moradores vive em situação econômica e cultural delicada. Com o projeto Diálogos ao Pé do Ouvido, buscou-se desenvolver o hábito da leitura e a reflexão dos temas propostos, promovendo assim a economia de nossas livrarias e o acesso e maior utilização de bibliotecas públicas. A intenção dos promotores do evento é ampliar o leque de discussão literária com diversos temas para o fomento da literatura brasileira.
    O Projeto também preocupou-se em tomar medidas de redução ou eliminação dos impactos ambientais. Não à toa, o projeto chama-se Diálogos ao Pé do Ouvido, pois pretende eliminar a poluição sonora durante as palestras e oficinas. Apenas se não for possível, será utilizada aparelhagem sonora nos bate-papos literários. Além disso, o projeto baseia-se na filosofia dos 3Rs (Reduzir, Reutilizar, Reciclar) e tem como primazia o cuidado com o meio ambiente. Procuramos evitar qualquer tipo de impressão em papel e, quando for feita, buscaremos papéis oriundos de mata de reflorestamento e/ou papel reciclado.
       Fiquei imensamente feliz em participar de um Projeto com objetivos tão nobres e com tantos escritores talentosos. Agradeço à comissão organizadora pelo convite e também pela linda homenagem. Vocês estão no meu coração, obrigada! 



Custodia Wolney

Antonio Pinto Ferraz


Aguinaldo Tadeu



























A organizadora do projeto Adrianni Neves



Professora com os escritores Vanessa Labarrere, Marco Haurélio e Francine Cruz

Homenagem concedida pelo Projeto, através da Adrianni Neves













Nenhum comentário:

© Francine Cruz - 2012. Todos os direitos reservados.
Criado por: Ana Zuky.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo