RILKE, CARTA 9

||
BOM PESSOAL, ESTAMOS QUASE NO FIM DAS 1O CARTAS QUE O GRANDE ESCRITOR RAINER MARIA RILKE ESCREVEU AO JOVEM FRANZ KAPPUS, ESPERO QUE VOCÊ ESTEJAM APROVEITANDO ESSA IMENSA FONTE DE DELEITE E APRENDIZADO QUE SÃO ESSAS CARTAS DA MESMA FORMA QUE EU APROVEITO.

ESSA É A CARTA NÚMERO 9 DATADA DE 04 DE NOVEMBRO DE 1904, ATUALÍSSIMA, COMO TUDO QUE RILKE ESCREVEU.

"É sempre o que eu já disse, sempre o desejo de que o senhor descubra em si mesmo paciência o bastante para suportar e simplicidade o bastante para acreditar. Que o senhor ganhe mais e mais confiança para aquilo que é difícil, para a sua solidão em meio aos outros. De resto, deixe a vida acontecer. Acredite em mim: a vida tem razão, em todos os casos."

"Sua tendência para a dúvida pode se tornar uma boa qualidade se o senhor a educar. Ela precisa se tornar um saber, precisa se tornar crítica. Pergunte a ela, a cada vez que quiser estragar algo seu, por que algo é feio, exija provas dela, teste-a, e o senhor talvez a deixe indecisa e confusa, talvez revoltada. Mas não desista, reivindique argumentos e aja assim, de modo atento e coerente, a cada vez. Dessa maneira chegará o dia em que sua dúvida se converterá de uma distribuidora em sua melhor colaboradora - talvez a mais esperta no meio de tudo aquilo que trabalha na construção de sua vida".

Nenhum comentário:

© Francine Cruz - 2012. Todos os direitos reservados.
Criado por: Ana Zuky.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo